Morreu Paula Rego, uma das mais prestigiadas pintoras portuguesas

A pintora Paula Rego morreu na manhã de hoje, aos 87 anos, disse à agência Lusa fonte próxima da família.

Segundo o galerista Rui Brito, a artista “morreu calmamente em casa, junto dos filhos”.

Paula Rego nasceu em Lisboa a 26 de janeiro de 1935, a pintora portuguesa recebeu o título de Mestre honoris causa em Arte pela Winchester School of Art em Hampshire (1992), Doutora honoris causa em Letras pela Universidade de St. Andrews, na Escócia (1999), Doutora honoris causa em Letras pela Universidade de East Anglia em Norwich (1999), Doutora honoris causa em Letras pela Rhode Island School of Design nos Estados Unidos da América (2000), Doutora honoris causa em Letras pelo The London Institute (2002), Doutora honoris causa em Letras pela Universidade de Oxford (2005), Doutora honoris causa em Letras pela Universidade de Roehampton em Londres (2005), Doutora honoris causa pela Faculdade de Belas-Artes de Lisboa (2011) e Doutora honoris causa em Letras pela Universidade de Cambridge (2015), para além de ter sido condecorada como Grande-Oficial da Ordem de Sant’Iago da Espada (1995), pelo Presidente da República Mário Soares, e com a Grã-Cruz da Ordem de Sant’Iago da Espada (2004), concedida pelo Presidente da República Jorge Sampaio, nomeada Dame Commander of the Order of the British Empire pela sua contribuição para as Artes (2010), pela Rainha Isabel II do Reino Unido, recebido a Medalha de Honra da cidade de Lisboa (2016) e a Medalha de Mérito Cultural do Governo Português (2019).

Em 2021, foi considerada uma das 25 mulheres mais influentes do mundo pelo Financial Times.

Fonte: Agência Lusa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.