Pedro Santana Lopes toma posse na Figueira da Foz com Pólo da Universidade no horizonte

“A Figueira da Foz terá, muito em breve, uma extensão de uma das universidades mais prestigiadas do mundo, a Universidade de Coimbra” disse em declarações.

Decorreu no passado dia 17 de outubro, a tomada de posse de Pedro Santana Lopes, enquanto presidente da camara da Figueira da Foz, tendo no seu discurso, mostrado a vontade de criar uma identidade competitiva própria, para o Município.

Durante a sua primeira intervenção, enquanto presidente, Santana Lopes, desvendou que, a Figueira da Foz, irá ter um Pólo da Universidade de Coimbra, tendo dito que, numa reunião feita, recentemente, com Amílcar Falcão, reitor da UC, o mesmo assegurou que faz parte dos planos instalar um Pólo, num espaço que será só da Universidade.

Pedro Santana Lopes, quando questionado sobre quando poderá começar todo este processo, disse que, o trabalho feito, seria para que o inicio se desse, ainda, no presente ano letivo, trabalho esse, que começou a fazer antes de tomar posse.

No seu discurso de tomada de posse, Santana Lopes, disse que “há uma tarefa enorme mas que tem de ser tomada, que é de criar uma identidade competitiva própria. Temos de puxar pela identidade da Figueira da Foz como Capital do Mar e da Economia Azul e uma fazer uma aposta forte na Economia Circular”.


“O meu sonho, e se me permitem o sonho de todos, é tornar a Figueira da Foz cada vez mais uma cidade modelar, uma cidade impecável nas acessibilidades para os que tem limitações físicas, que dá importância primordial à investigação e à ciência. A Figueira da Foz tem de ser conhecida pela ligação que faz entre a investigação e as empresas, as pessoas têm de saber que quando quiserem investigar, estudar e tratar de assuntos do mar, o melhor sítio para irem, em Portugal, é a Figueira da Foz”, declarou o novo presidente da câmara.

O novo executivo camarário (sem maioria) é ainda composto por Anabela Tabaçó, Olga Braz e Manuel Domingos (Movimento Figueira A Primeira); Carlos Monteiro, Ana Carvalho, Mafalda Azenha e Nuno Gonçalves (PS) e, por fim Ricardo Silva (PSD).
José Duarte Pereira (PS), o presidente da Assembleia Municipal da Figueira da Foz reeleito, deixou como foco “as pessoas e o território” e “o esforço conjunto para honrar e dignificar a Figueira da Foz”.

FOTO: NdC

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.