Candidatura de Santana Lopes acusa PSD de “procurar protagonismo” com impugnação da sua candidatura

A candidatura independente de Pedro Santana Lopes, à Câmara da Figueira da Foz considera que a tentativa de impugnação de que foi alvo em tribunal “não passa de uma intenção do PSD de procurar protagonismo, que não tem de outra forma”.

A posição, assumida em comunicado, depois de o PSD local ter entregue, no tribunal, um pedido de impugnação, por considerar que a candidatura protagonizada, por Santana Lopes violou a lei eleitoral, por ter apresentado, duas denominações a órgãos diferentes da autarquia e por ter um número insuficiente de assinaturas.

O Movimento ‘Figueira a Primeira’ assegura que, não está em causa a viabilidade da candidatura, sublinhando que “até hoje, o tribunal não nos notificou, por qualquer irregularidade que a ponha em causa. Fomos notificados, tal como as restantes candidaturas, a suprir pequenas falhas processuais”, lê-se no comunicado.

“Aguardamos com serenidade a resposta do Tribunal, cientes que as eleições, devem ser ganhas nas urnas”, conclui o mesmo comunicado. Do movimento ‘Figueira, a primeira’.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.