Operação Palladium desmantela gangue na Figueira da Foz

A Policia de Segurança Pública deteve, ontem, dia 22 de março, na Figueira da Foz, 4 mulheres e 16 homens, suspeitos de pertencer a um gangue que se dedicava ao furto de catalisadores.

Segundo o comissário da PSP, Renato Neto, esta operação “é o culminar de cerca de um ano de investigação, realizada sob coordenação do Departamento de Investigação e Ação Penal Regional de Coimbra, por suspeita da prática dos crimes de furto qualificado e recetação (catalisadores), branqueamento de capitais, tráfico de estupefacientes, tráfico de pessoas, associação criminosa, simulação de crime e detenção de arma proibida”.

Este grupo atuava em várias zonas do país, tais como,  Porto, Aveiro, Viseu, Coimbra, Castelo Branco, Leiria e Lisboa, tendo um modus operandi bastante organizado, que, segundo Renato Neto, funcionava com várias elementos “enquanto uns sinalizavam as viaturas a serem alvo de furto e asseguravam ações de vigilância tendentes a sinalizar qualquer aproximação de testemunhas ou viaturas policiais, outros tinham o conhecimento técnico e o equipamento adequado para realizarem efetivamente o furto”.

Foram ainda apreendidos 28 telemóveis, cerca de oito mil euros em numerário, 8 viaturas e 4 catalisadores, 9 macacos, 2 rebarbadoras, discos de corte, folhas de serra eléctrica, baterias e carregadores de bateria. Entre os artigos apreendidos estavam, também, 3 armas: um revólver de calibre 357 e duas de pressão de ar. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.